Seleção Oficial Curt’Arruda 2014


8 e 9 de agosto, 18h e 21h


ALDA – Ana Cardoso, Filipe Fonseca, Liliana Sobreiro e Luís Catalo, Ani., 12’, 9 Agosto, Sáb., 18h

O filme retrata a evolução de um espaço rural, e consequências que isso trouxe na vida de alguém que sempre ali viveu.

Alda é uma mulher idosa e solitária, que teve uma história de vida complicada. Perante esta mudança que lhe é imposta, e sem fuga possível, vê-se agredida a si e ao mundo que conhece, não tendo outra alternativa que não seja regressar ao lugar que sempre conheceu, a sua casa.

CAÍMOS JUNTOS – Frederico Parreira, Fic., 7’, 8 Agosto, Sex., 21h

Uma mulher passa os seus dias sozinha em casa. À noite o marido regressa mas evita o confronto. Portas fechadas e corredores silenciosos são o território de medos e esperanças. Nos sonhos, passado e futuro cruzam-se.

É CONSIDERAVELMENTE ADMIRÁVEL DA TUA PARTE QUE AINDA PENSES EM MIM COMO SE AQUI ESTIVESSE – André Mendes e Andreia Neves, Fic., 13’, 9 Agosto, Sáb., 18h

Zé, um rockstar esquizofrénico, que está retirado do mundo da música decide voltar.

MÁ RAÇA – André Santos, Marco Leão, Fic., 20’, 9 Agosto, Sáb., 18h

Um retrato sobre o vazio numa relação primária entre mãe e filha. Duas personagens movidas pela culpa e pelo ressentimento vivem solitariamente juntas com um cão nervoso, a única presença masculina na casa.

MUPEPY MUNATIM – Pedro Peralta, Fic., 18’, 8 Agosto, Sex., 21h

Um Homem regressa de França a Portugal em busca da campa de sua Mãe. Quer-lhe fazer uma homenagem. Quer redimir-se do passado.
Apenas tem o contacto de uma pessoa. Encontra-a. Porém ela não sabe o paradeiro da campa.
Quando está pronto para desistir tem uma revelação. a promessa tem que ser cumprida.

O RAPAZ QUE OUVIA PÁSSAROS – Inês Rueff e João Seguro, Fic., 10’, 9 Agosto, Sáb., 18h

Rui é um jovem escritor de sucesso que vive sozinho numa casa isolada no meio dos bosques. Um dia, enquanto está a caçar, sente uma impressão nos ouvidos. Semanas depois, Rui perde totalmente a audição. Perante esta alteração brutal da sua vida, Rui isola-se no seu mundo, tentando fingir a normalidade da sua vida. Ele está seguro de que voltará a ouvir. É no jardim da sua casa, no meio do bosque, que Rui, envolto na sua escrita, é interrompido pelo som de um estrondo nos seus arbustos.

O REINO – Paulo Castilho, Fic., 15’, 8 Agosto, Sex., 21h

Caminhando nas fronteiras perdidas do Reino, o nosso herói encontra o seu maior inimigo…
Trata-se uma adaptação de época perspectivada intemporalmente. Com uma forte componente introspectiva sobre a necessidade/ dependência de relações sociais para a sobrevivência enquanto Homens.

Um filme que conta a história por trás da História…

QUATRO HORAS DESCALÇO – Ico Costa, Fic., 16’, 8 Agosto, Sex., 21h

Numa aldeia de montanha do interior de Portugal, alguém é morto. Um rapaz de dezasseis anos sai de casa descalço, sob a noite fria, em direcção à floresta. Caminha ao longo de trinta quilómetros, subindo e descendo a montanha. Tem um só pensamento na cabeça.

4/dAAUoZR4fmSg85ZKrk8M70EOvQOg0yxF0W3HL4YjUm22rQ-pmEIxwYE