Seleção Oficial Curt’Arruda 2015


2 e 3 de outubro – 18h30 e 21h30


A PASSAGEM – Sohel Rahman, Portugal, 2014, doc. 25’ 2 outubro, sex., 21h30

“A Passagem” retrata um breve olhar sobre as vidas de Idalina (82 anos) e Brazida (79 anos), duas velhas pastoras algarvias, que vivem no meio do nada. O filme fala muito sobre as suas vidas, bem como do declínio da vida em si. Duas irmãs de idade com uma filosofia estóica, contam a história do seu trabalho árduo e modo de vida, bem como a tragédia da morte acidental de um marido. E mais do que isso, retratam a história de inúmeras pessoas pobres e honrosas em cada continente. Há uma interação única e um relacionamento humano universal entre um cineasta do Bangladesh e duas velhas pastoras portuguesas.

AMPHI – Iuri Monteiro, Portugal, 2014, ani. 8’ 3 outubro, sáb., 18h30

Num deserto infinito, por entre a escassez de vida encontra-se uma população, que tem que renunciar aos seus pela possibilidade de viver mais um dia.

BRUNO – Felipe Chimicatti e Pedro Carvalho, Cabo-Verde, Brasil, 2014, doc. 25’
2 outubro, sex., 21h30

O filme retrata um instante da vida do viajante Bruno Phillipe, um francês de 50 anos que escolheu viver entre o ócio e a ebriedade na pequena comunidade de Chã das Caldeiras, no arquipélago de Cabo Verde. Bruno actua nos limites do seu próprio passado, construindo uma personalidade histriónica e passional. Em Dezembro de 2014, o Vulcão do Fogo, localizado nas imediações da comunidade, entrou novamente em erupção. A maior parte das locações do filme desapareceu encoberta pela lava.

CHICO MALHA – Guilherme Gomes e Migue Reis, Portugal, 2013, fic. 15’ 3 outubro, sáb., 18h30

Chico Malha. Rapaz prodígio. Um talento inato. De uma pequena equipa na aldeia da Horta, à entrada no líder do campeonato, a equipa de Custóias, acompanhamos as peripécias do percurso do anonimato à fama, de um dos maiores vultos da sua geração. O jogo da malha nunca foi o mesmo antes e depois de Chico.

MULHER.MAR – Filipe Pinto e Pedro Pinto, Portugal, 2012, fic. 20’ 3 outubro, sáb., 18h30

Maria está mergulhada em perdas e ausências. Decidiu tornar-se na única mulher pescadora de toda uma comunidade para tomar o lugar do irmão falecido. Maria transforma-se e vive como um homem. Mulher.Mar é uma viagem aos lugares da incerteza e da morte. Um filme sobre um ser humano que se abandona para compensar a ausência de quem já partiu.

NÃO SÃO FAVAS, SÃO FEIJOCAS – Tânia Dinis, Portugal, 2013, doc.,exp. 10’ 2 outubro, sex., 21h30

Conflito geracional de pessoas que vivem do campo, para o campo. A minha avó e eu.
O confronto da imagem com aqueles nela representados.

PARA LÁ DO MARÃO – José Fernandes, Portugal, 2014, doc. 7’ 2 outubro, sex., 21h30

Para Lá do Marão filma uma população em extinção e uma terra longe da vista, ameaçada pelo seu próprio desaparecimento.

VARADOURO – Paulo Abreu e João da Ponte, Portugal, 2013, doc. 11’ 3 outubro, sáb., 21h30

As piscinas naturais do Varadouro , na ilha do Faial, Açores.

4/dAAUoZR4fmSg85ZKrk8M70EOvQOg0yxF0W3HL4YjUm22rQ-pmEIxwYE