Concertos 2016


O MANIPULADOR – 14 OUT, 23h30

Membro hiperativo na música portuguesa desde o início dos anos 00, Manuel Molarinho tem percorrido mundo em apresentação de uma panóplia de lingua- gens musicais que refletem a sua ligação umbilical a mais de uma dezena de bandas e projectos ao longo dos anos. Mas foi na pele d’O Manipulador que derreteu os nos- sos corações.

Embora uma one-man-band assumida, O Manipulador é muito mais que isso. Qual Hidra mitológica, os pedais, os loops e uma abordagem aventureira das quatro cordas desdobram-se (e multiplicam-se) em canções pegajosas e memoráveis. Neste universo em expansão, há ecos de Om ao lado dos Sonic Youth, laivos de punk do século passado pintados com o negro aveludado dos Morphine e dos Tindersticks. Acima de tudo, é notória uma confluência de estéticas que só a solidão d’O Manipula- dor permite conjugar.

Em palco, onde todas estas referências ganham vida e corpo, O Manipulador faz-se acompanhar sempre que possível do artista visual Eduardo Cunha. À música, junta-se uma componente imagética tantalizante e pouco habitual, que ajuda a transformar a música d’ O Manipulador numa viagem sensorial.

LES CRAZY COCONUTS – 15 OUT, 23h30

São tão originais quanto surpreendentes e com o ritmo marcado pelos sapatos de Adriana Jaulino, Gil Jerónimo e Tiago Domingues completam um conceito que junta o sapateado e as novas tendências da canção pop numa união mais que perfeita.

Do rock à dança, os Les Crazy Coconuts surpreendem ao vivo e já foram aclamados pelo júri do Festival Termómetro como melhor formação nacional de 2014, e pela Antena 3 como uma das 3 melhores novas bandas nacionais no Concurso Nacional de Bandas. Para além de terem tocado no festival espanhol Monkey Week, no Coliseu do Porto e de estarem confirmados para vários festivais em 2015 (desde o Indie Music Fest ao NOS Alive) a viagem ainda agora tinha arrancado e o disco de estreiahomónimolançadonofinal de 2015 foi crescendo com os singles “Belong” e “Speed Shoes” e têm continuado a rota de concertos e festivais como o Bons Sons e começam a marcar também algumas datas no estrangeiro.

4/dAAUoZR4fmSg85ZKrk8M70EOvQOg0yxF0W3HL4YjUm22rQ-pmEIxwYE