Concertos


FIRST BREATH AFTER COMA, 8 Agosto Sex., 22h

Os portugueses FIRST BREATH AFTER COMA revelam uma maturidade composicional pouco comum para uma formação com músicos ainda tão jovens. a rodagem deu- se, por certo, na anterior incarnação, denominada de Kafka Dog, onde entre garagens bolorentas e clubes fumarentos experimentavam clássicos que iam dos Joy Division aos Doors, de Iggy Pop a Velvet Underground, não descurando a incurssão por alguns originais onde se notavam influências com doses equitativas de grunge e post-punk… resolveram parar. dar um tempo. Esperar para voltar a respirar.

Apareceram os FIRST BREATH AFTER COMA, que emmenos de dois anos vencem o ZUS! (concurso da FADE IN), o casting Vodafone Mexefest, vão à final do Festival Termómetro, são eleitos novos talentos FNAC e lançam um disco.

E o que são afinal os FIRST BREATH AFTER COMA?

São um segredo por descobrir, uma pérola por burilar. Uma lufada de ventos frios que vem da Islândia, adensa nos trópicos e acaba a beijar, ao de leve, as praias quentes das Caraíbas… Roberto Caetano, Telmo Soares, Rui Gaspar e Pedro Marques vão dar que falar.

Depois de contribuírem com um tema para o Sampler 2013 e para um 7” split da Omnichord e para os Novos Talentos FNAC, eis que em Outubro é lançado o disco de estreia “The Misadventures Of Anthony Knivet”.

O disco de estreia levou-os inclusivamente a Espanha e foi apontado como um dos melhores discos do ano para alguma imprensa musical.

A JIgSAW, 9 Agosto Sáb., 23h

Considerados pela revista holandesa Heaven Magazine como um dos projectos indie folk americana mais interessantes e originais do continente Europeu, a banda Portuguesa a Jigsaw, originária de Coimbra pelo trio: João Rui, Jorri e Susana Ribeiro; editou o ano passado o single Rooftop Joe.

A banda que um dia adoptou o nome da música Jigsaw You composta por dEUS, estreou-se em 2004 com o EP From Underskin. Em 2007, com o ábum Letters From The Boatman, chega aos tops A3-30 da Antena 3. Este álbum manteve-se nos tops de rádios nacionais e foi descrito como um dos melhores do ano. Na sequência deste reconhecimento, os a Jigsaw foram considerados uma das revelações de 2007, quer pela sua performance ao vivo, quer pela sua sonoridade que tem tanto de intimista como logo de seguida se torna electrizante.

No segundo álbum, Like the Wolf, decidiram multiplicar-se em vários instrumentos e partilhar com o público um álbum rico e complexo, onde os detalhes anseiam por atenção e fomentam músicas de beleza singular. É um trabalho descrito como “irresistível”, “obrigatório”, “viciante” e como um dos melhores álbuns do ano 2009. Em 2011, lançam o álbum Drunken Sailors & Happy Pirates, atraindo a atenção internacional, ao serem referidos pela revista francesa Les Inrockuptibles, The Guardian e a Ruta66, de Espanha. a Jigsaw tem dado concertos por toda a Europa, desde Espanha, França, Itália, Bélgica, Suiça e mais recentemente na Polónia. Agora é altura de Arruda dos Vinhos recebê-los para um grande concerto e gritar bem alto Rooftop Joe!

4/dAAUoZR4fmSg85ZKrk8M70EOvQOg0yxF0W3HL4YjUm22rQ-pmEIxwYE