Seleção Oficial Prémio Curt’Arruda


12 e 13 de outubro – 21h30


DE GENTE SE FEZ HISTÓRIA – Inês Vila Cova, Portugal, 2017, doc. 20’ | 12 de outubro, sex. 21h30

“Um museu, um livro e uma extensa compilação de arquivos é o trabalho de uma vida de um humilde “caxineiro” apaixonado pela sua terra Caxinas. A partir das suas imagens e som de arquivo, pretendo mostrar o tributo pelo qual José Vila Cova ansiava tanto por deixar terminado, para a sua terra e sua gente.”

DOMESTICADO – Juan Francisco Viruega, Espanha, 2018, fic. 17’ | 12 de outubro, sex. 21h30

“Pai e filho moram numa fazenda isolada. Eles perderam e enterraram a mãe. Instala-se entre eles o silêncio, o pudor e a fome. O filho encontra um burro perdido, decide cuidar dele e assumir a sua responsabilidade. Entre os dois cresce uma amizade maravilhosa.”

FLORES – Jorge Jácome, Portugal, 2017, fic, 26’ | 13 de outubro, sáb. 21h30

“Perante um cenário de uma crise natural nos Açores provocada por uma incontrolável praga de hortênsias, a população açoriana vê-se forçada a abandonar as ilhas. Dois jovens soldados, sequestrados pela beleza da paisagem, guiam-nos pelas narrativas dos que partiram e o inerente desejo de resistirem, ficando. Através desta deambulação, o filme assume uma reflexão nostálgica e política sobre o território e a identidade, bem como sobre o papel que assumimos nos lugares aos quais pertencemos.”

HISTÓRIAS DE LOBOS – Agnes Meng, Portugal, 2018, doc. 20’ | 12 de outubro, sex. 21h30

“Este filme é uma coleção de histórias relacionadas com o lobo nas montanhas no norte de Portugal.

Num pico entre as cadeias montanhosas, existe uma aldeia chamada Pitões das Junias. Ao anoitecer os pastores costumam reunir e contar histórias. Mitos, mortes, assassinatos… as coisas podem ou não acontecer, mas foram inspiradas em lutas interiores entre humanos e lobos, entre nós e o selvagem.”

NA CINZA FICA CALOR – Mónica Martins Nunes, Cabo Verde, Portugal, Alemanha, 2017, doc. 21’ | 13 de outubro, sáb. 21h30

“Chã das Caldeiras fica dentro da caldeira do vulcão Pico do Fogo em Cabo Verde. Depois de perder tudo o que pussuíam na erupção de 2014/2015 os seus habitantes são forçados a reconstruir as suas vidas.”

O HOMEM ETERNO – Luís Costa, Portugal, 2017, doc, 15’ |13 de outubro, sáb, 21h30

“Bernardino Fernandes emigrou para o Canadá em 63. Ao longo de duas décadas filmou centenas de bobines Super 8, organizando-as de forma metódica e obsessiva. O Homem Eterno termina um processo antigo, transformando a vontade de cinema de Bernardino num filme sobre as imagens da sua memória.”

POR TUA TESTEMUNHA – João Lupo, Portugal, 2018, fic. 18’ |12 de outubro, sex, 21h30

“Ivo Moura é um homem que tem um propósito bem definido mas a natureza desvia-o do seu caminho.”

OS ANOS – Jeanne Traon Loiseleux, França, 2017, fic, 29’ | 13 de outubro, sáb, 21h30

“Uma noite de verão numa aldeia da Córsega. Várias gerações de mulheres se encontram e respondem umas às outras. Da jovem mãe, à velha senhora, os anos passam e recomeçam.”

4/dAAUoZR4fmSg85ZKrk8M70EOvQOg0yxF0W3HL4YjUm22rQ-pmEIxwYE