Curt’Arruda Escolas


Alunos do Externato João Alberto Faria e Escola Profissional Gustave Eiffel – Auditório Municipal – 12 de outubro, 09h00

AO TELEFONE COM DEUS – Vera Casaca, Portugal, 2017, fic, 13’ | 12 de outubro, sex, 09h00

“Bartolomeu, um humilde camponês, decide trocar a sua égua, Pestana, pela mão de Adélia. Contudo, o mundo de Bartolomeu é virado do avesso quando Pestana desaparece e se cruza com um misterioso homem que alega poder falar com Deus… ao telefone.”

EM MEMÓRIA – Amit Miretzky, Israel, 2018, ani, 3’ | 12 de outubro, sex, 09h00

O meu pai está a ficar velho. Não consigo imaginar como vais ser a vida sem ele. Este filme explora a experiência de três pessoas que perderam um parente.

LUGAR EM PARTE NENHUMA – Bárbara de Oliveira e João Rodrigues, Portugal, ani, doc, 6’ | 12 de outubro, sáb, 09h00

“Até que um dia… quando foi disparado o primeiro tiro, tivemos que abandonar as nossas residências.” – Ema em 1975 estava à espera da chegada do seu primeiro filho, em Angola. No entanto a sua espera tranquila foi abruptamente interrompida por uma força que a retirou do seu conforto e mudou a sua vida para sempre.”

VISTA DO VAZIO – Ali Zare Ghanatnowi, Irão, 2017, ani, 18’ | 12 de outubro, sáb, 09h00

“A mãe fica de olho no filho e espera que ele volte da guerra. Tricota um par de luvas lembrando-se de como o filho esfregava as mãos geladas na manhã de inverno em que partiu. A mãe espera. Desfaz as luvas e volta a tricotar outra vez. Quando a sua casa é bombardeada, as luvas queimam-se e desfazem-se em cinzas. A mãe senta-se no topo dos escombros e começa a fazer algo de inesperado.”

A MONSTRA no Cut’Arruda Escolas


Aluno do Ensino Básico das Escolas do Concelho – Auditório Municipal – 12 de outubro, 10h00 e 11h00

A CAIXA – Merve Cirisoglu Cotur, Reino Unido, 2016, ani, 7’

“O precioso pertence de uma criança da Síria é apenas uma caixa, que é usada com várias finalidades – um brinquedo, uma casa e até um barco.”

CANTO – Lucija Mrzljak, Estónia, 2016, 2’

“A vida é difícil no canto, no ângulo onde todas as arestas se encontram. Tudo é geometricamente relativo quando as leis da perspetiva e da gravidade começam a pregar partidas em ti.”

GENO – Dato Kiknavelidze, Geórgia, Alemanha, 2017, ani, 13’

“Um sapo rabugento e solitário, Geno, e os seus vizinhos são forçados a procurar um novo habitat pois um canteiro de obras invade a lagoa onde moram. Geno apenas se importa consigo mesmo… Mas ele terá de perceber que somente em colaboração com os outros, todos serão capazes de salvar a sua casa e sobreviver.”

DEIXA UMA MARCA – Christina S. Nerland, Reino Unido, 2016, 5’ 

“Uma família de raposas árticas aprende a lidar com o facto de que uma delas está a desaparecer. Uma história sobre perda e lembranças.”

PEQUENOS SOLDADOS – Pauline Champetier, Dinamarca, 2016, 1’ 

“Pequenos soldados reúnem forças para curar a floresta ferida; no entanto, o problema é, em última instância, demasiado grande para os animais o consertarem sem ajuda.”

SAFARI – Erica Gualandi, Reino Unido, 2017, 3’

“Safari é uma curta-metragem que segue o encontro entre uma jovem rapariga tribal e uma girafa, retratando o desenvolvimento da sua relação num mundo surreal.”

MÍMICA – Petra Varga, Hungria, 2016, 4’ 

“Dois mimos estão a ter o seu almoço invisível no parque quando um pombo passa por eles. Louis está ansioso para alimentar o pássaro, mas a emoção não é mútua – o amigo Jean-Pierre parece ter toda a atenção. Assim, Louis deixa de ser um tipo fixe e tem apenas um objetivo: acabar com a alegria transbordante do seu amigo.”

O HORIZONTE DE BENE – Jumi Yoon and Eloic Gimenez, França, 2016, 13’ 

“Na savana Africana, Bene é uma criança que sobrevive sob domínio de caçadores sanguinários. Mas um dia, depois de conhecer um gorila bebé, torna-se a sua vez de ser caçado.”

4/dAAUoZR4fmSg85ZKrk8M70EOvQOg0yxF0W3HL4YjUm22rQ-pmEIxwYE